TesteTeste

Repositorio da Universidade Catolica de Brasilia >
Pós-Graduação >
PPG - Revistas e artigos científicos >

Utilize este link para identificar ou citar este item: http://repositorio.ucb.br/jspui/handle/123456789/186

Registro Completo

Campo Dublin CoreValorIdioma
dc.contributor.authorArsa, Gisela-
dc.contributor.authorLima, Laila-
dc.contributor.authorAlmeida, Sandro Soares de-
dc.contributor.authorMoreira, Sérgio Rodrigues-
dc.contributor.authorCampbell, Carmen Sílvia Grubert-
dc.contributor.authorSimões, Herbert Gustavo-
dc.date.accessioned2011-08-11T18:22:36Z-
dc.date.available2011-08-11T18:22:36Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.citationARSA, Gisela. Diabetes Mellitus tipo 2: Aspectos fisiológicos, genéticos e formas de exercício físico para seu controle. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, v. 11, p. 103-111, 2009.pt_BR
dc.identifier.issn14158426-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/123456789/186-
dc.description.abstractDiabetes Mellitus tipo 2 (DM2) é uma doença metabólica caracterizada por hiperglicemia e disfunções cardiovasculares, as quais podem ser controladas com exercícios físicos, controle dietético e tratamento farmacológico. Pesquisas recentes têm demonstrado associações entre DM2 e alguns polimorfismos genéticos, em especial do gene da Enzima Conversora de Angiotensina (ECA). A proposta desse estudo foi abordar a fisiopatologia do DM2 e a prática de exercício físico como forma de controle não farmacológico da glicemia e pressão arterial destes pacientes, bem como a associação entre o DM2 e polimorfismos do gene da ECA. A pesquisa incluiu livros da área de saúde, bem como artigos de revisão e originais referentes ao tema abordado, pesquisados nos bancos de dados disponíveis na internet: Pubmed, Scielo e Portal Capes. As palavras chave utilizadas foram “blood glucose”, “type 2 diabetes”, “exercise”, “blood pressure” e “ACE gene polymorphism”, e suas traduções para a língua portuguesa. Os principais assuntos do presente artigo referem-se à prática diária de exercícios, tipo e intensidades adequadas que têm se mostrado eficazes no controle glicêmico e hemodinâmico, assim como as possíveis relações com os polimorfismos da ECA, que ainda se apresentam incipientes, pois a constatação de associações entre estes podem ser fortemente influenciadas pelo tipo de população estudada. Os benefícios do exercício são indiscutíveis e suas recomendações apresentadas nesta revisão. Porém a literatura ainda é carente de estudos analisando os efeitos do exercício físico para diabéticos, considerando sua relação com aspectos genéticos, o que coloca este assunto em evidência como objeto de estudo na atualidade.pt_BR
dc.description.tableofcontentsType 2 Diabetes mellitus (DM2) is a metabolic disease characterized by hyperglycemia and cardiovascular dysfunctions that can be controlled with physical exercise, dietary control and pharmacological treatment. Recent research has demonstrated associations between DM2 and some genetic polymorphisms, especially alterations to the gene that codes for Angiotensin Converting Enzyme (ACE). The purpose of this study was to discuss the pathophysiology of DM2 and the use of physical exercise as a non-pharmacological method for controlling these patients’ glycemia and blood pressure. The relationship between DM2 and polymorphisms of the ACE gene was also covered. The literature search included textbooks in the healthcare field in addition to review articles and original articles found on the databases Pubmed, Scielo and Portal Capes. Keywords used were “blood glucose”, “type 2 diabetes”, “exercise”, “blood pressure” and “ACE gene polymorphism” and their translations in Portuguese. The main subject of this article is the practice of daily exercise, the types and intensities that have proven effective for glycemic and haemodinamic control and possible relationships with the ACE polymorphism, which are currently still tentative, since the evidence of associations can be strongly influenced by the population studied. The benefits of exercise are unquestionable and the recommended forms are discussed in this review. However the literature is still lacking studies that analyze the effects of physical exercise on diabetics and take into account the relationship with genetic aspects. This area is evidently an appropriate subject for further research.pt_BR
dc.formatTextopt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAcesso livrept_BR
dc.subjectDiabetes Mellituspt_BR
dc.subjectExercício físicopt_BR
dc.subjectPolimorfismo genéticopt_BR
dc.titleDiabetes Mellitus tipo 2: Aspectos fisiológicos, genéticos e formas de exercício físico para seu controlept_BR
dc.title.alternativeType 2 Diabetes Mellitus: Physiological and genetic aspects and the use of physical exercise for diabetes controlpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.versionSimpt_BR
dc.description.statusPublicadopt_BR
dc.journalRevista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humanopt_BR
dc.relation.publisherversionhttp://www.periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/103/7953pt_BR
Coleção:PPG - Revistas e artigos científicos

Anexos deste item:

Arquivo Tipo de Obra TamanhoFormato
Diabetes Mellitus tipo 2_ Aspectos fisiológicos genéticos e formas de exercício físico para seu controle.pdf162.08 kBAdobe PDFVer/Abrir

Este item está sob a licença Licença Creative Commons
Creative Commons

Todos os itens no repositório estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.

 

UCB | BDTD UCB | BDTD Nacional | BDTD CVA Ricesu | Portal de Revistas Eletrônicas da UCB | OASIS | Outros sites de pesquisa | Sobre o Dspace