Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/10869/1403
Type: Monografia(Graduação)
Title: Amazônia: fronteira geopolítica da biodiversidade
Authors: Barbosa, Bruno
Abstract: A estrutura e o desenvolvimento deste trabalho são baseados na convicção de que se torna indispensável recordar a condição de dependência consentida que prende o Brasil, e outras nações em desenvolvimento, às potências mundiais antes de tratar dos problemas ambientais, prioritariamente os da Região Amazônica. Esta monografia, do ponto de vista geral, trata das questões ecológicas que estão inseridas no seio das relações internacionais contemporâneas e que induzem às seguintes questões: como a inserção do ecologismo tem introduzido mudanças no sistema político e econômico e quais têm sido os principais atores, atividades e conceitos subjacentes a tal inserção Partindo das concepções de Estado, estuda as várias teorias que fundamentam seu conceito, para, em seguida, tratar do conceito de soberania e finalmente, analisar a questão da limitação da soberania nos processos de investidas internacionais sobre a Amazônia brasileira. Mesmo que a falta de recursos favoreça posturas pragmáticas dos atores e instituições que realizam políticas ambientais na Região, o discurso nacionalista que ressalta a primazia da soberania sobre os recursos naturais, ainda mantém a sua força em amplos setores sociais, que vêem na ajuda externa uma tentativa de colonialismo ecológico e de ingerência em assuntos de escopo estritamente nacional. Por fim, o estudo apresenta como cenário o Brasil ameaçado por diversos atores internacionais no que diz respeito à sua soberania sobre a Amazônia, o que é amplamente comprovado ao longo dos capítulos.
This work emphasizes how important it is to recall the condition of consented dependency, which attaches Brazil and other underdeveloped nations to world superpowers, before dealing with environmental problems, especially in the Amazon Region. The following thesis approaches ecological issues settled in the contemporary international relations. Those concerns bring out some questions: How have the ecology introduced changes in the political and economical system? Which have been the main players, activities and implied concepts concerning this incorporation? The development of this theory starts by conceiting the State - that studies the great variety of theories which establishes its meaning –, crossing the sovereignty proposal and finally analyzing its limitation on the international attempt to operate over the Brazilian part of the Amazon. Even if the lack of resources encourages the pragmatic position of the players and institutions that make use of environmental politics in the region, the nationalism speech that highlights the sovereignty priority over national resources, still maintains its strength in many social sectors. They also see it as an attempt of ecological colonialism and as an interference in a national subject. Finally, the search presents a hypothesis that Brazil has been threatened by many international players in what concerns its sovereignty over the Amazon, wich is proven as true.
Keywords: amazônia
soberania
estado
internacionalização
biodiversidade
amazon
sovereingnty
state
internacionalization
biodiversity
Access Type: Acesso Restrito
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/10869/1403
Document date: 21-Aug-2013
Appears in Collections:Direito (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mono_Bruno Barbosa.pdf631.65 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons