Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/10869/3841
Type: Monografia(Graduação)
Title: Uma análise morfossintática dos advérbios de modo no português do Brasil
Authors: Lopes, Natália de Araújo
Abstract: Esta monografia tem como foco analisar e discutir os advérbios de modo no português do Brasil. Para isso, retomaremos visões tradicionais e também nos basearemos em autores do campo linguístico. Foram observados alguns fatores comuns dentre essas duas vertentes e, principalmente, novos fatores que ajudaram na nossa análise. Com a constatação de que a definição de advérbio, mantida pelas gramáticas tradicionais, não corresponde a todas as situações em que ele ocorre. Levantando, assim, novos fatos, sendo eles, o advérbio como modificador do substantivo, como também de todo o enunciado, o advérbio não pode ser declarado, absolutamente, invariável e sua categorização não é homogênea. A partir desses novos aspectos, surge um interesse em dois específicos casos, o primeiro é a tênue diferença entre o advérbio e o adjetivo em algumas estruturas sintáticas, que confunde pela palavra ter forma de adjetivo, mas com função de advérbio, tendo então o fenômeno de adverbialização do adjetivo. Segundo, e foco deste trabalho, o comportamento dos advérbios em –mente nas sentenças propostas. Foi verificado como esses advérbios se comportam em algumas sentenças, analisamos o resultado e percebemos que os advérbios em –mente tem uma maior flutuação nas sentenças, podendo causar diferenças semânticas ou mantendo o mesmo sentido, dependendo de sua posição sintática, ou seja, do escopo pretendido pelo advérbio. Contudo, em algumas sentenças, o advérbio com a terminação em –mente não é tão aplicado, por não ser usual
This monograph focuses on analyzing and discussing the mode adverbs in Brazilian Portuguese. For this reason, we’ll resume traditional views and also base on authors in the linguistic field. It was observed some common factors among these two aspects and especially new factors that helped in our analysis. With the realization that the definition of adverb, held by traditional grammars, does not correspond to any situation in which it occurs. Raising thus new facts, namely, the adverb as a modifier of the noun, but also the entire statement, the adverb cannot be declared absolutely invariable and its categorization is not homogeneous. From these new features, comes an interest in two specific cases, the first is a slight difference between the adverb and adjective in some syntactic structures, which confuses the word of having an adjective form, but with adverb function, and then the phenomenon of the adjective turning into – and also being – adverb. The second case, and the focus of this work, the adverbs behavior with -ly termination in the proposal sentences. It was verified how these adverbs behave in some sentences and, analyzing the result and realized that the -ly terminated adverbs has a greater fluctuation in sentences, it may cause semantic differences or keeping the same direction, depending on their syntactic position, ie, the scope intended by the adverb. However, in a few sentences, the -ly terminated adverbs is not so applied, because it is not usual.
Keywords: Letras
Adjetivos
Posição sintática
Advérbios em –mente
Citation: LOPES, Natália de Araújo. Uma análise morfossintática dos advérbios de modo no português do Brasil. 2012. 44 f. Monografia (Letras) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2012.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/10869/3841
Document date: 28-Nov-2012
Appears in Collections:Letras (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Natalia de Araujo Lopes.pdfMonografia(Graduação)627 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons