Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/10869/5056
Type: Monografia(Graduação)
Title: Estudo sobre a incidência da testagem rápida para o hiv realizada durante a admissão de parturientes em trabalho de parto no hospital regional do Paranoá no ano de 2012.
Authors: Silva, Camila Rodrigues da
Freire, Patrícia Maria Medeiros
Abstract: Em razão do crescente número de mulheres infectadas em idade fértil, as crianças vêm constituindo um grupo de risco também crescente para a infecção pelo HIV, com nítido aumento da incidência daquelas nascidas já infectadas por transmissão materno-infantil. O Programa Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis/AIDS fortaleceu a estruturação da rede de atenção às DST e AIDS, incluindo a implantação do teste rápido para o diagnóstico, que poderá ser feito no momento da consulta de pré-natal ou no momento da admissão da parturiente em trabalho de parto, juntamente com o aconselhamento, desde que realizado por profissional de saúde devidamente capacitado. O objetivo geral deste estudo é determinar a frequência de testagem rápida para o HIV realizada durante a admissão de parturientes em trabalho de parto no Hospital Regional do Paranoá (HRPa) e verificar se o resultado positivo do teste rápido para o HIV modificou ou determinou a conduta dos profissionais ao assistir a parturiente no momento do parto. Resultados: Das 283 parturientes atendidas na triagem pré-parto de 22 de agosto a 31 de setembro, 156 (55,2%) chegaram com o resultado do teste anti-HIV do pré-natal e 127 (44,8%) chegaram sem o resultado do teste anti-HIV e todas tiveram o teste rápido solicitado pelos profissionais de enfermagem. Do total, 117 (92,2%) parturientes receberam o resultado do teste antes do parto e todas tiveram o resultado negativo para o HIV. E não havia anotações do resultado de 10 mulheres (7,8%), deixando em dúvida se essas mulheres receberam ou não o resultado do teste e a verdadeira sorologia delas. Conclusão: Ficou claro que o teste rápido anti-HIV é realizado no Hospital Regional do Paranoá em todas as parturientes que, por vários motivos, não tenham sido testadas no pré-natal ou que cheguem à triagem sem o Cartão da Gestante. No período que foi realizada essa pesquisa (entre agosto e setembro de 2012) não foi constatada, através do teste rápido, nenhum caso positivo para o HIV, sendo impossível avaliar se as medidas de prevenção que contribuem para a redução da transmissão vertical do HIV em neonatos estavam sendo corretamente adotadas pelos profissionais de enfermagem.
Keywords: Enfermagem
HIV
Parturientes
Mulheres infectadas
Citation: SILVA, Camila Rodrigues da e FREIRE, Patrícia Maria Medeiros. Estudo sobre a incidência da testagem rápida para o hiv realizada durante a admissão de parturientes em trabalho de parto no hospital regional do Paranoá no ano de 2012. 2012. 33 f. Monografia (Enfermagem). Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2012.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/10869/5056
Document date: 2012
Appears in Collections:Enfermagem (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Camila Rodrigues da Silva e Patrícia Maria Medeiros Freire.pdfMonografia(Graduação)720.3 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons