Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/10869/5667
Type: Monografia(Graduação)
Title: Poder da ideologia ou ideologia do poder? uma análise sobre a subjetividade de skinheads neonazistas brasileiros
Authors: Rodrigues, Débora Braga
Abstract: Ataques violentos por parte de grupos que se identificam como Skinheads neonazistas (White Powers) ou “Carecas” ultranacionalistas, dirigidos a todos àqueles(as) que fogem aos padrões hegemônicos de raça, etnia, religião e/ou gênero são narrativas cada vez mais propagadas aqui no Brasil. O foco desta análise foi investigar os enunciados que favorecem esse processo de identificação e subjetivação na contemporaneidade, entendendo-os, incialmente, como efeitos de uma estrutura capitalista, branca, masculina, heterossexista e eugênica. Partiu-se da perspectiva materialista histórica de que o ser humano se constitui na e pela história, entendendo que a subjetividade, os discursos e práticas sustentados pelos grupos de Skinheads neonazistas brasileiros sinalizam processos de mediação e subjetivação a partir de elementos fornecidos pela história e cultura ocidental. Trata-se de uma pesquisa social qualitativa, documental e de nível exploratório, orientada pelo viés da psicologia sócio-histórica. O estudo se desenvolveu a partir da análise de duas entrevistas veiculadas pela televisão aberta. Também foram consultados materiais contidos em sites/blogs “oficiais” de alguns grupos, páginas no facebook de alguns destes grupos, fanzines, artigos e livros a respeito do tema. Analisou-se a partir deste material o discurso de grupos de Skinheads que adotam posturas e discursos neonazistas ou ultranacionalistas, sendo declaradamente contra populações homossexuais, negras, nordestinas e/ou judaicas. Como aportes teóricos foram utilizados a perspectiva de raça em Maria Aparecida Bento, a partir do conceito de branquitude, e gênero em Judith Butler a partir dos conceitos de abjeção e matrizes de inteligibilidade. Também foram utilizadas como referencial teórico as noções marxistas de ideologia, alienação e divisão social em classes, que em uma perspectiva sócio-histórica auxiliam na investigação deste modo de formação subjetiva. Toda a análise fundamentou-se em ampla revisão e reflexão teórica realizada ao longo da pesquisa. Cabe destacar que são inúmeros os elementos que constituem a subjetividade humana, tão singular e complexa. Esta singularidade se constitui em uma coletividade, em uma historicidade e cultura partilhadas, onde os elementos fornecidos por ela serão assimilados e mediados. Entende-se que o repertório de elementos fornecidos pela sociedade capitalista desfavorece a alteridade e exacerba a intolerância e o autoritarismo. É a partir daí que as análises evidenciam que qualquer ameaça à estabilidade e pretensa “naturalidade inquestionável” do projeto societário hegemônico, torna-se abjeto, anormal, patológico, demoníaco. A instabilidade da realidade se torna insuportável para alguns sujeitos, como para alguns grupos de Skinheads aqui analisados. A existência de sujeitos que destoam do padrão hegemônico apontam para uma suposta imperfeição da matriz, o que evoca um processo de subjetivação alinhada a sensação de risco e perigo, onde estes se que se veem ameaçados e empurrados à margem. A margem seria o lugar onde não se pode ou não se quer reconhecer, onde não cabe o reconhecimento como sendo semelhante, onde só restaria a possibilidade de aniquilar, matar e violentar.
Keywords: Psicologia
Skinhead
Neonazismo
Intolerância
Ideologia
Violência
Homofobia
Racismo
Branquitude Acrítica
Citation: RODRIGUES, Débora Braga. Poder da ideologia ou ideologia do poder? uma análise sobre a subjetividade de skinheads neonazistas brasileiros. 2013. 63 f. Monografia (Psicologia). Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2013.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/10869/5667
Document date: 2013
Appears in Collections:Psicologia (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Débora Braga Rodrigues.pdfMonografia(Graduação)1.53 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons