Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/11550
Type: Artigo
Title: Relação entre a flexibilidade da musculatura de cadeia posterior e a prática de pilates
Author(s): Silva, Andressa Leal da
Meira, Júlia Costa
First Advisor: Santana, Levy Aniceto
Summary: O Método Pilates tem se mostrado como uma forma de atividade física que melhora a qualidade de vida por meio de exercícios que promovem ganho de flexibilidade. Entretanto, ainda existem poucos estudos acerca dos benefícios desse método. O objetivo do presente estudo foi relacionar a flexibilidade de cadeia posterior de mulheres praticantes e não praticantes de Pilates. Foi realizado um estudo transversal com a coleta de dados e avaliação de 60 mulheres, com idade entre 18 e 30 anos, praticantes e não praticantes de Pilates. Os resultados mostraram correlação positiva entre a prática de Pilates e o grau de flexibilidade sendo maior nas que praticavam e foi notado que o tempo de prática de Pilates não tem relação com o grau de flexibilidade, mas o número de vezes praticado por semana. Conclui- se que os praticantes do Método Pilates apresentam maior flexibilidade do que o grupo dos não praticantes e que o número de horas de prática por semana é diretamente proporcional ao grau de flexibilidade.
Abstract: The Pilates method has proven to be a form of physical activity that improves the quality of life through exercises that promote flexibility gain. However, there are still few studies about the benefits of this method. The aim of this study was to relate the subsequent chain flexibility women practitioners and not Pilates practitioners. A cross-sectional study with data collection and evaluation of 60 women, aged between 18 and 30 years old, and not practicing Pilates practitioners was conducted. Results showed a positive correlation between the practice Pilates and the degree of flexibility being larger in practice and it was noted that the time Pilates practice has no relation to the degree of flexibility, but the number of performed times per week. It is concluded that Pilates practitioners have greater flexibility than the group which does not have and that the number of hours of practice per week is directly proportional to the degree of flexibility.
Keywords: Fisioterapia
Flexibilidade
Mulheres
Pilates
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Fisioterapia (Graduação)
Citation: SILVA, Andressa Leal da; MEIRA, Júlia Costa. Relação entre a flexibilidade da musculatura de cadeia posterior e a prática de Pilates. 2015. 12 f. Artigo (Graduação em Fisioterapia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2015.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/11550
Document date: 2015
Appears in Collections:Fisioterapia (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AndressaLealDaSilvaTCCGraduacao2015.pdfArtigo449.24 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.