Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/11936
Type: Artigo
Title: Atuação dos (as) psicólogos (as) na atenção psicossocial frente às donas de casa vítimas de violência
Author(s): Oliveira, Thamara Santos de
First Advisor: Santos, Luciana da Silva
Summary: Buscou-se compreender como os(as) profissionais de Psicologia que atuam nos Centros de Atenção Psicossocial II do Distrito Federal lidam com a saúde mental de pacientes que são donas de casa com histórico de violência. Dada a característica exploratória da pesquisa, partindo do estudo de casos múltiplos, foram entrevistados(as) 06 (seis) psicólogos(as) atuantes em 04 (quatro) CAPS II do DF, que passaram por entrevistas individuais semiestruturadas no local de trabalho, após anuência e assinatura de TCLE. As entrevistas duraram em torno de 25 minutos. Os dados coletados foram analisados à luz da Análise do Discurso. Após análise das transcrições das entrevistas foram apreendidas três categorias: 1) Experiências dos/as profissionais em relação ao tema violência contra mulher: onde se percebeu que as situações de violência são reconhecidas na maioria das vezes, mas os(as) profissionais não dão a visibilidade necessária ao tema, havendo pouca sensibilidade para a percepção da violência como possível causa do adoecimento psíquico. 2) Do acolhimento ao plano de ação: Notou-se que a maioria dos discursos levantam à importância do acolhimento e da escuta das mulheres donas de casa para fazer o plano terapêutico e atendimento adequado, embora apontem limitações quanto a capacitação e aproximação com o tema, na formação e na prática profissional. 3) (Des)conhecimento e/ou (des)cumprimento das diretrizes institucionais, que mostra a falta de conhecimento desses/as profissionais em relação aos procedimentos de atendimento a vítimas de violência, a forma de acionar a rede, de realizar os encaminhamentos adequados e até mesmo a falta de aproximação com a notificação compulsória. Em suma, ao se avaliar os serviços e atendimentos oferecidos na saúde mental pública do DF, em especial os prestados a mulheres vítimas de violência, constatam-se que embora tenha disponibilidade e vontade por parte dos(as) profissionais, há muitas falhas e limitações, assim como afirmado também pela literatura. O nível de conhecimento sobre gênero e leis para mulheres vítimas de violência é mínimo e também é percebido que não há a capacitação dos(as) profissionais por parte dos órgãos responsáveis, deixando lacunas nos serviços presados a esse público.
Abstract: It was sought to understand how the Psychology professionals who work in the Psychosocial Care Centers II of the Federal District deal with the mental health of patients who are housewives with a history of violence. Given the exploratory nature of the research, starting from the multiple case study, six (6) psychologists working in four (4) CAPS II of the DF were interviewed, who underwent semi-structured individual interviews in the workplace after consent and signature of TCLE. The interviews lasted around 25 minutes. The data collected were analyzed in the light of the Discourse Analysis. After analyzing the transcripts of the interviews, three categories were learned: 1) Experiences of professionals in relation to the topic violence against women: where it was noticed that situations of violence are recognized most of the time, but the professionals do not give visibility to the subject, and there is little sensitivity to the perception of violence as a possible cause of psychic illness. 2) From the reception to the plan of action: It was noticed that most of the speeches raise the importance of welcoming and listening to women housewives to make the therapeutic plan and adequate care, although they point out limitations as to the qualification and approach with the theme , in training and professional practice. 3) (Dis) knowledge and / or (dis) compliance with institutional guidelines, which shows the lack of knowledge of these professionals in relation to procedures to care for victims of violence, how to activate the network, to carry out appropriate referrals and even the lack of approximation with compulsory notification. In summary, when evaluating the services and services offered in public mental health in the Federal District, especially those provided to women victims of violence, it is noted that although there is willingness and willingness on the part of the professionals, there are many shortcomings and limitations, as also stated in the literature. The level of knowledge about gender and laws for women victims of violence is minimal and it is also perceived that there is no training of the professionals by the responsible organs, leaving gaps in the services provided to this public.
Keywords: Psicologia
Donas de casa
Vítimas de violência
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Psicologia (Graduação)
Citation: OLIVEIRA, Thamara Santos de. Atuação dos (as) psicólogos (as) na atenção psicossocial frente às donas de casa vítimas de violência. 2018. 46 f. Artigo (Graduação em Psicologia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2018.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/11936
Document date: 2018
Appears in Collections:Psicologia (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ThamaraSantosDeOliveiraTCCGraduacao2018.pdfArtigo1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.