Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/12138
metadata.dc.type: Artigo
Title: Prevalência da luxação de quadril em crianças com paralisia cerebral espástica atendidas no setor de fisioterapia neuropediatrica do HUCB
metadata.dc.creator: Amaral, Carolina Teixeira Lengruber
metadata.dc.contributor.advisor1: Borges, Maria Beatriz Silva e
metadata.dc.description.resumo: A Paralisia Cerebral é uma lesão multifatorial em determinadas partes do cérebro ainda em desenvolvimento, apresentando distúrbios frequentemente associados, dentre eles, as deformidades do quadril, sendo a luxação a sua forma principal, que quando instalada, traz graves conseqüências piorando ainda mais a qualidade de vida deste portador. Este estudo teve por objetivo verificar a prevalência de luxação nos quadris de crianças com Paralisia Cerebral (PC) espástic. Foram avaliadas 50 crianças, de 1 a 13 anos de idade com diagnóstico de PC espástica, atendidas na Clínica Escola do Hospital da Universidade Católica de Brasília, no setor de Neuropediatria. Foram realizados o Teste de Ortolani, o Teste de Galeazzi e o Teste de Adução de quadril, verificando assim a positividade ou não de deambulação dos mesmos na população estudada. Através da análise estatística foi verificada a presença de positivos em 29,79% para o teste de Ortolani, 68,09% para o teste de Galeazzi, já para o teste de adução foram encontrados valores de 25,53% para espasticidade leve, 42,55% com espasticidade moderada e 31,91% com espasticidade grave. Com relação à deambulação, 29,79% deambulam e 70,21% não deambulam. Pôde-se verificar neste estudo uma alta prevalência nos testes para a luxação de quadril nesses pacientes.
Abstract: The Cerebral Palsy is an injury multifatorial in certain parts of the brain still developing, presenting disturbances often associated among them, the deformities of the hip, and the dislocation its main form, which when installed, brings serious consequences worsening further the quality of life of the bearer. This study was designed to determine the prevalence of dislocation in the hips of children with Cerebral Palsy (PC) espastic. They were evaluated 50 children, from 1 to 13 years old with a diagnosis of spastic PC, attended the School of Clinical Hospital of the Catholic University of Brasilia, in the sector of Neuropediatria. The Test has been made Ortolani, the Test Galeazzi and Test Adução of hip, thus verifying the positivity of walking or not the same in the population studied. Through statistical analysis verified the presence of positive 29.79% for the test Ortolani, 68.09% for the test Galeazzi, as for testing supply pipelines were found values of 25.53% for spasticity lightweight, 42 , 55% with moderate spasticity and 31.91% with severe spasticity. As for walking, 29.79% deambulam and 70.21% non deambulam. Pôde be checked in this study a high prevalence in tests for hip dislocation of these patients.
Keywords: Paralisia cerebral
Luxação de quadril
Galeazzi
Ortolani
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
metadata.dc.publisher.initials: UCB
metadata.dc.publisher.department: Escola de Saúde e Medicina
metadata.dc.publisher.program: Fisioterapia (Graduação)
Citation: AMARAL, Carolina Teixeira Lengruber. Prevalência da luxação de quadril em crianças com paralisia cerebral espástica atendidas no setor de fisioterapia neuropediatrica do HUCB. 2007. 19 f. Artigo (Graduação em Fisioterapia) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2007.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/12138
Issue Date: 2007
Appears in Collections:Fisioterapia (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CarolinaTeixeiraLengruberAmaralTCCGraduacao2007.pdfArtigo360.03 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.