Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/12762
Type: Artigo
Title: Os efeitos do consumo de carboidratos em exercícios sob hipóxia: uma revisão estruturada
Author(s): Lelis, Vitor Hugo Gomes
Timbó, Vítor Milhome de Oliveira
Costa, Lucas Máximo da
First Advisor: Vieira, Flávio Teixeira
Summary: A prática de esportes em altitudes elevadas expõe atletas e desportistas a uma disponibilidade de oxigênio reduzida, alterando processos fisiológicos que podem influenciar no desempenho e recuperação. O objetivo foi avaliar os efeitos do uso de carboidratos em exercícios sob hipóxia. Metodologia: A busca foi realizada nas bases de dados Medline (Via PubMed), SciELO e LILACS. Os descritores utilizados foram referentes a hipóxia, exercício e carboidratos. Foram incluídos nesta revisão artigos originais, publicados nos últimos 10 anos, realizados em humanos, sem distinção de sexo ou idioma. Foram excluídos artigos com populações especiais, como diabetes e limitação física. Discussão: A hipóxia estimula um aumento da taxa metabólica basal e a translocação de glicose através da membrana plasmática do músculo esquelético, levando a uma maior oxidação de carboidratos. Acredita-se que esse aumento na dependência de carboidratos durante a hipóxia seja mediado pelo sistema nervoso simpático, por meio da secreção de epinefrina e noradrenalina, estimulando a glicogenólise e a gliconeogênese. A exposição aguda a altitude/hipóxia resulta em alterações de componentes do sistema imunológico, contudo o uso de carboidratos pode atenuar os efeitos inflamatórios gerado pelo exercício e hipóxia, mostrando-se eficaz na restauração de IL-6 após a recuperação do exercício, aumento de HPS 70, regulação do balanço Th1/Th2 em direção a Th1, aumento da IL-10 e restauração de IL-2. O aumento da disponibilidade de carboidratos foi capaz de modular a resposta na velocidade com que o triptofano livre circulante atuava no sistema nervoso central, diminuindo sua captação pelo cérebro e retardando os efeitos na fadiga central, favorecendo um melhor desempenho físico e cognitivo. Além disso, o carboidrato também atuou positivamente sobre a saturação de oxigênio (%SaO2) sob hipóxia, principalmente durante o exercício e na recuperação, nos quais os níveis de %SaO2 apresentavam menor oscilação, quando comparado em situações normobáricas. Conclusão: O consumo adequado e/ou a suplementação de carboidratos mostrou-se eficaz em atenuar os efeitos deletérios ao organismo causados pela hipóxia, quando realizados exercícios em altitudes elevadas, sendo capaz de atenuar aspectos inflamatórios e melhorar o sistema imunológico, além de contribuir para um melhor desempenho físico, cognitivo e saturação de oxigênio. Logo, o manejo do carboidrato em exercícios praticados sob hipóxia é essencial no planejamento dietético visando o rendimento esportivo.
Keywords: Carboidratos
Exercícios físicos
Altitude
Hipóxia
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Nutrição (Graduação)
Citation: LELIS, Vitor Hugo Gomes; TIMBÓ, Vítor Milhome de Oliveira; COSTA, Lucas Máximo da. Os efeitos do consumo de carboidratos em exercícios sob hipóxia: uma revisão estruturada. 2019. 19 f. Artigo (Graduação em Nutrição) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2019.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/12762
Document date: 2019
Appears in Collections:Nutrição (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VitorHugoGomesLelisTCCGraduacao.pdfArtigo539.97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.