Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/12919
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso(Pós-Graduação)
Title: Comparação entre topografia clássica e aerolevantamento com VANT, para uso no georreferenciamento de imóveis rurais
metadata.dc.creator: Castro, Marco Túlio Granja Poubel de
metadata.dc.contributor.advisor1: Barbosa, Willem Wily de Paula
metadata.dc.description.resumo: Os problemas relacionados a posse de imóveis rurais no Brasil iniciam-se com sua colonização no fim do século XIV e início do XV. Todas as terras assim descobertas no território passaram ao domino público, pois sendo Portugal o seu descobridor, este adquiriu o título da posse das terras. Logo notou-se a importância de criar um órgão que substituísse o antigo (IBRA), assim pelo Decreto Lei nº 1.110 de 9 de julho de 1970, surgido o (INCRA). Visando a celeridade e padronização dos levantamentos de imóveis rurais no Brasil implementou no ano de 2010 a NTGIR, onde foi necessário realizar uma 2ª edição que apresentou mudanças em alguns métodos de levantamento e posicionamento, estabelecendo o uso de novos equipamentos e conceitos, como o (RTK), além de diminuir o tempo necessário para a coleta de algumas informações relativas aos receptores (GPS/GNSS), Respeitando a evolução das tecnologias e a qualidade dos produtos gerados o órgão, estabeleceu critérios para aplicação e avaliação de produtos gerados a partir de aerofotogrametria com uso de VANT, diante do exposto este artigo tem-se como objetivo geral verificar as potencialidades do uso de restituição fotogramétrica originadas de imagens de VANT para Georreferenciamento de imóveis rurais, objetivos específicos comparar o levantamento de campo por topografia convencional, com a restituição de produtos aerofotogramétrico. Nota-se na conclusão do presente estudo conseguiu-se atingir os objetivos propostos e a metodologia mostrou-se eficaz para obter bons resultados e eficientes produtos. Atingiu PEC classe A, na escala de 1:1.500, como também apresentou diferenças de área e perímetro inferiores a 1% em relação ao levantamento topográfico clássico, uma vez que a diferença entre as coordenadas de referência e teste se mostraram, na maioria das situações, inferior ao estabelecido na 3ª Edição da NTGIR, para vértices do tipo M e P com limite de até 0,5 m, e quando superior, ficou bem próximo ao limite de 0,5 m, o que mostra alto potencial de uso para áreas com tais características de relevo e ainda não certificadas.
Keywords: Topografia
Registro de imóveis
Direito imobiliário
Propriedade rural
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
metadata.dc.publisher.initials: UCB
metadata.dc.publisher.department: Pós-Graduação Lato Sensu
metadata.dc.publisher.program: PPG - Revistas e Artigos Científicos
Citation: CASTRO, Marco Túlio Granja Poubel de. Comparação entre topografia clássica e aerolevantamento com VANT, para uso no georreferenciamento de imóveis rurais. 2019. 26 f. Artigo (Pós-Graduação Lato Sensu em Análise de Geoprocessamento) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/12919
Issue Date: 22-Oct-2019
Appears in Collections:PPG - Revistas e Artigos Científicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarcoTulioGranjaPoubeldeCastroTCCLatoSensu2019.pdfArtigo1.79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.