Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/13383
Type: Monografia(Graduação)
Title: Assédio moral sofrido por trabalhadores domésticos
Author(s): Gomes, Gerson
First Advisor: Souza Sobrinho, Andréa Dias Garzesi
Summary: Esta pesquisa tem como foco estudar o assédio moral sofrido por trabalhadores domésticos, tendo como principal objetivo conhecer a realidade da relação do trabalhador doméstico com o trabalho após a vivência do assédio moral. Para isso buscou-se, investigar as possíveis consequências desse assédio, no sentido de identificar as emoções e sentimentos que estão presentes na relação de trabalho, após o assédio e ainda, como o funcionário doméstico passou a perceber a relação de trabalho após ter sofrido o assédio moral. Para a realização desse estudo, foram ouvidos três trabalhadores que viveram a experiência do assédio moral. A análise das entrevistas foi a partir da análise de conteúdo, proposta por Bardin, guiada pelas teorias do trabalho, da psicologia do trabalho e da psicodinâmica do trabalho. A pesquisa foi dividida em três categorias, que são: o assédio moral como expressão de violência física para com o empregado doméstico, o assédio moral como humilhação do empregado doméstico, a relação de continuidade no trabalho após o assédio moral. A primeira constatação a partir dessa análise foi a situação de violência física vivida pelos entrevistados, onde o patrão se vê no direito de agredir fisicamente o empregado se colocando numa posição de senhor como acontecia com a antiga escravidão, denotando assim uma relação de dominação-servidão. Uma segunda constatação diz respeito a humilhação sofrida pelos participantes da pesquisa. A organização do trabalho doméstico a que estão submetidas, em razão da necessidade de sobrevivência, que reflete o poder de opressão do empregador para com o empregado, não dá condições para que haja uma conexão do trabalho com os desejos e fantasias das trabalhadoras domésticas, impossibilitando assim uma ressonância simbólica, estando aí a origem do sofrimento nessa relação de trabalho. Como esses trabalhadores levam adiante o trabalho doméstico, buscando novas casas que possam novamente empregá-los também foi objeto de análise, buscando-se luz para essa compreensão na psicodinâmica do trabalho que pontua as estratégias coletivas de defesa as quais podem ser atos, operações e comportamentos, realizados com a função de negar ou de recusar simbolicamente a realidade que provoca sofrimento e que, por alguma razão, não pode ser alterada. A reflexão, no que diz respeito a esta pesquisa, é que o assédio moral foi uma realidade constante na relação de trabalho para essas pessoas que prestaram seus serviços em casas de família e que foram tratadas com arrogância e preconceito, exatamente por prestarem um serviço considerado desqualificado pela sociedade capitalista. Além do que, os dados coletados revelam uma relação que mais parece aquela escravagista, contada pelos livros de história, na qual havia o senhor e seus escravos.
Abstract: This research aims too stud lhe moral harassment suffered by domestic workers, having as main objective to know the reality of the relation of the domestic worker to the work after the experience of moral harassment. In order to do this, we sought to investigate the possible consequences of this harassment, in order to identify the emotions and feelings that are present in the work relationship, after the harassment and also, as the domestic employee began to perceive the employment relationship after having suffered the bullying. In order to carry out this study, three workers who experienced the experience of bullying were heard. The analysis of the interviews was based on the content analysis, proposed by Bardin, guided by theories of work, work psychology and work psychodynamics. The research was divided into three categories, which are: bullying as an expression of physical violence towards domestic servants, bullying as the humiliation of domestic servants, the relationship of continuity in work after bullying. The first finding from this analysis was the situation of physical violence experienced by the interviewees, where the boss sees himself in the right to physically assault the employee by placing himself in a position of lord as happened with the old slavery, thus denoting a relationship of domination-servitude. A second finding concerns the humiliation suffered by the research participants. The organization of the domestic work to which they are subjected, due to the need for survival, which reflects the employer's oppressive power towards the employee, does not provide conditions for a connection of work with the desires and fantasies of domestic workers, thus a symbolic resonance, being the origin of the suffering in this relation of work. As these workers carry out domestic work, searching for new houses that can employ them again has also been the object of analysis, seeking light for this understanding in the psychodynamics of work that punctuates collective defense strategies which may be acts, operations and behaviors, performed with the function of denying or symbolically rejecting the reality that causes suffering and that, for some reason, can not be altered. The reflection, with respect to this research, is that bullying was a constant reality in the employment relationship for those people who provided their services in homestay and who were treated with arrogance and prejudice, precisely because they render a service considered disqualified by capitalist society. In addition, the data collected reveal a relationship that looks more like that slave woman, told by the history books, in which there were the lord and his slaves.
Keywords: Assédio moral
Trabalhador doméstico
Humilhação
Preconceito
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Psicologia (Graduação)
Citation: GOMES, Gerson. Assédio moral sofrido por trabalhadores domésticos. 2018. 43 f. Monografia (Graduação em Psicologia) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2018.
Access Type: Acesso Restrito
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/13383
Document date: 2018
Appears in Collections:Psicologia (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GersonGomesTCCGraduacaoParcial2018.pdfMonografia (Parcial)557.87 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.