Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/13433
metadata.dc.type: Monografia(Graduação)
Title: A violência psicológica contra a mulher: uma revisão sistemática de literatura
metadata.dc.creator: Silva, Ana Carolina Lopes da
metadata.dc.contributor.advisor1: Fukuda, Cláudia Cristina
metadata.dc.description.resumo: A violência contra a mulher é um fenômeno que assola as mulheres a nível mundial, tendo-se tornado uma questão de saúde pública no Brasil. Para enfrentar esse problema foi elaborada a Lei Maria da Penha que conceitua as tipificações da violência ocorrida em âmbito doméstico. Dentre os tipos de violência, esse trabalho se propôs abordar especialmente a violência psicológica contra a mulher, perpetrada por parceiro íntimo. Tal investigação se faz necessária pois, semelhante ao assédio sexual, a violência psicológica sofre discriminação no campo judiciário dada a dificuldade em assumir provas ditas concretas, ou seja, provas físicas da violência cometida. Ao passo que violências físicas são facilmente comprovadas. Nessa perspectiva, este projeto teve por objetivo geral responder à questão norteadora: os estudos evidenciam qual é a percepção das mulheres quanto ao significado e mensuração da violência psicológica? A legitimidade dessa questão se dá a partir da hipótese de que a violência psicológica prevalece em relação a quaisquer outras tipificações de violência contra a mulher. Para analisar a produção cientifica sobre o tema, realizou-se uma revisão sistemática de literatura que aferiu artigos periódicos revisados por pares, publicados no Brasil, em língua portuguesa no período de 2010 a 2020. Foram analisados o total de 11 artigos os quais foram resgatados no Portal de Periódicos CAPES sob os descritores “violência contra a mulher”, “violência doméstica”, “percepção da violência psicológica” e “mulheres”. Os resultados apresentaram predominância de estudos quantitativos. Houve prevalência da violência psicológica contra a mulher nos nas relações conjugais, afirmando assim a hipótese inicial deste estudo. Percebeu-se também a necessidade de maior aprofundamento sobre a violência psicológica nas relações conjugais, bem como maior preparo dos profissionais de saúde no que tange ao reconhecimento, acolhimento e encaminhamento das mulheres em situação de violência doméstica. Este trabalho visa ainda contribuir para uma maior visibilidade das mulheres que estão em situação de violência psicológica
Abstract: Violence against women is a phenomenon that plagues women worldwide and has become a public health issue in Brazil. To face this problem, the Maria da Penha Law was elaborated, which conceptualizes the typification of violence occurred in the domestic environment. Among the types of violence, this work proposed to deal especially with psychological violence against women, perpetrated by intimate partners. Such investigation is necessary because, similar to sexual harassment, psychological violence suffers discrimination in the judicial field due to the difficulty in assuming concrete evidence, that is, physical evidence of the violence committed. While physical violence is easily proven. From this perspective, this project had the main purpose of answering the guiding question: do the studies show how women perceive the meaning and measurement of psychological violence? The legitimacy of this question arises from the hypothesis that psychological violence prevails over any other typification of violence against women. To analyze the scientific production on the subject, a systematic review of literature was carried out, which assessed peer- reviewed periodical articles published in Brazil, in Portuguese, from 2010 to 2020. A total of 11 articles were analyzed, which were rescued in the CAPES Journal Portal under the descriptors "violence against women", "domestic violence", "perception of psychological violence" and "women". The results presented predominance of quantitative studies. There was a prevalence of psychological violence against women in conjugal relations, affirming the initial hypothesis of this study. It was also perceived the need of a greater deepening on psychological violence in the conjugal relations, as well as a greater preparation of the health professionals in what concerns the recognition, reception and referral of women in domestic violence situation. This work also aims to contribute to a greater visibility of women who are in situations of psychological violence.
Keywords: Violência contra a mulher
Violência doméstica
Violência psicológica
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
metadata.dc.publisher.initials: UCB
metadata.dc.publisher.department: Escola de Saúde e Medicina
metadata.dc.publisher.program: Psicologia (Graduação)
Citation: SILVA, Ana Carolina Lopes da. A violência psicológica contra a mulher: uma revisão sistemática de literatura. 2020. 40 f. Monografia (Graduação em Psicologia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2020.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/13433
Issue Date: 16-Jul-2020
Appears in Collections:Psicologia (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaCarolinaLopesdaSilvaMonografiaGraduacao2020.pdfMonografia508.62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.