Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/13462
metadata.dc.type: Monografia(Graduação)
Title: Implicações psicossociais do uso da arma de fogo no Brasil
metadata.dc.creator: Santos, Luara Oliveira dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva , Juliana F. da
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa objetivou caracterizar os discursos do “cidadão de bem”, considerando seu posicionamento frente ao uso da arma de fogo, bem como identificar quais fatores e mecanismos intra e interpsíquicos estão envolvidos no uso de arma de fogo. Foram utilizados como fonte de dados seis comentários disponíveis em site de notícias acerca da divulgação do primeiro decreto que regulamenta a posse de armas de fogo, o de nº 9.785 de 15 de janeiro de 2019. Esses comentários foram analisados sob a perspectiva da Análise de Discurso Crítica e da Psicossociologia. Os resultados apontam que há a influência da mídia acerca do consenso social e da democracia; o uso da arma de fogo justificado mediante um estado de perigo que está sempre presente, seja real ou seja imaginário; a fascinação por um poder Executivo que detém a chave da segurança e da felicidade da população mas que, ao mesmo tempo, delega a responsabilidade de promover a segurança para uma perspectiva individual, evidenciando a falência das instituições estatais que deveriam promover a segurança pública e justiça social da população; um estado sutil de guerrilha cujos guerrilheiros são o(s) cidadão(s) de bem e o “bandido”. O cidadão de bem se configura naquele indivíduo que usufrui, em grande parte, dos direitos civis, políticos e sociais e supostamente segue as normas, leis, regras e práticas socialmente aceitas e desejáveis sem muitas dificuldades; enquanto que o “bandido” configura-se como o oposto do cidadão de bem, sendo aquele que não usufrui de nenhum dos direitos dos cidadãos, caracterizando-se, então, como não-cidadão, encontrando dificuldades em seguir as mesmas normas, regras, leis e práticas socialmente aceitas e ideais e é percebido então como uma pessoa descartável, ou matável.
Abstract: This research aimed to characterize the discourse of the "good citizen", considering their position regarding the use of firearms, as well as to identify which factors and intra and interpsychic mechanisms are involved in the use of firearms. Six comments available on the news site on the release of the first decree regulating firearms possession, No. 9,785 of January 15, 2019, were used as data source. These comments were analyzed from the perspective of Critical Discourse Analysis and Psychosociology. The results indicate that there is the influence of the media on social consensus and democracy; the use of firearm justified by a state of danger that is ever present, whether real or imagined; the fascination with an executive power that holds the key to the security and happiness of the population but at the same time delegates the responsibility to promote security from an individual perspective, highlighting the bankruptcy of state institutions that should promote public safety and justice. social status of the population; a subtle guerrilla state whose guerrillas are the good citizen (s) and the “bad guy”. The good citizen is that individual who enjoys, to a large extent, civil, political and social rights and supposedly follows socially accepted and desirable norms, laws, rules and practices without much difficulty; while the “bad guy” is the opposite of the good citizen, being the one who does not enjoy any of the citizens' rights, being characterized as a non-citizen, finding it difficult to follow the same norms, rules, socially accepted and ideal laws and practices and is then perceived as a disposable or killable person.
Keywords: Armas de fogo
Psicossociologia
Psicologia
Cidadão
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
metadata.dc.publisher.initials: UCB
metadata.dc.publisher.department: Escola de Saúde e Medicina
metadata.dc.publisher.program: Psicologia (Graduação)
Citation: SANTOS, Luara Oliveira dos. Implicações psicossociais do uso da arma de fogo no Brasil. 2019. 85 f. Monografia (Graduação em Psicologia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/13462
Issue Date: 6-Dec-2019
Appears in Collections:Psicologia (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LuaraOliveiradosSantosTCCGraduacaoParcial2019.pdfMonografia (Parcial)348.17 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.