Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/8555
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Oliveira, Déborah Christina de Mendonça-
dc.creatorAbrantes, Kamila de Araujo-
dc.date.accessioned2017-06-29T20:37:58Z-
dc.date.available2017-06-28-
dc.date.available2017-06-29T20:37:58Z-
dc.date.issued2014-06-13-
dc.identifier.citationABRANTES, Kamila de Araujo. O uso do pronome se como índice de indeterminação do sujeito em sentenças transitivas diretas no Português do Brasil. 2014. 55 f. Artigo (Graduação em Letras) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/8555-
dc.description.abstractThis paper presents a study about the use of the pronoun SE as an index of indeterminacy of the subject in direct transitive sentences in Brazilian Portuguese, having the generative grammar as theoretical assumptions. We will study in particular the non-standard concordance that the speaker performs in this type of construction, besides the change in the perception of the sentence's subject, contradicting thus the traditional grammar. The choice of this phenomenon for a deeper research is justified by its high frequency of use in our language, especially in advertisements. This research, with a bibliographic nature, will show the traditional view of grammar of Cunha (1976), Lima (2000) and Bechara (2003) and linguistic theories about the subject in question presents in previous studies by Nunes (1991), Bagno (2000), Scherre (2005) and Brito (2007). The study will depart from the traditional view of grammar that can later be analyzed the observed changes regarding the use of the pronoun SE as “apassivador” particle or as an index of indeterminacy of the subject. Finally, we will present the analysis of records of advertisements which the speaker uses the pronoun SE, seeking in particular, the use of this pronoun in direct transitive sentences, which is the focus of this paper.pt_BR
dc.description.resumoEste trabalho apresenta um estudo sobre o uso do pronome SE como índice de indeterminação do sujeito em sentenças transitivas diretas no português do Brasil, tendo como pressupostos teóricos a gramática gerativa. Estudaremos, em particular, a concordância não padrão que o falante realiza nesse tipo de construção, além da mudança na percepção do sujeito da oração, contrariando, desta forma, a gramática tradicional. A escolha desse fenômeno para uma investigação mais profunda justifica-se por sua alta frequência de utilização em nossa língua, principalmente em anúncios. A presente pesquisa, de natureza bibliográfica, mostrará a visão tradicional das gramáticas de Cunha (1976), Lima (2000) e Bechara (2003) e teorias linguístas sobre o tema em questão presentes nos estudos anteriores de Nunes (1991), Bagno (2000), Scherre (2005) e Brito (2007). O estudo partirá da perspectiva tradicional da gramática para que posteriormente possam ser analisadas as mudanças observadas em relação ao uso do pronome SE como partícula apassivadora ou como índice de indeterminação do sujeito. Por fim, apresentaremos a análise de registros de anúncios em que o falante utiliza o pronome SE, buscando em particular, a utilização deste pronome em sentenças transitivas diretas, que constitui o foco deste trabalho.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Ana Claudia Rodrigues Ferreira (anaclaudiaf@ucb.br) on 2017-06-28T18:05:51Z No. of bitstreams: 1 KamilaDeAraujoAbrantes.pdf: 2084865 bytes, checksum: 74a2c0d3de5e093aa983681edfa98a0b (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Sara Ribeiro (sara.ribeiro@ucb.br) on 2017-06-29T20:37:58Z (GMT) No. of bitstreams: 1 KamilaDeAraujoAbrantes.pdf: 2084865 bytes, checksum: 74a2c0d3de5e093aa983681edfa98a0b (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-06-29T20:37:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 KamilaDeAraujoAbrantes.pdf: 2084865 bytes, checksum: 74a2c0d3de5e093aa983681edfa98a0b (MD5) Previous issue date: 2014-06-13en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Católica de Brasíliapt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Educação, Tecnologia e Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.programLetras (Graduação)pt_BR
dc.publisher.initialsUCBpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectConcordância verbalpt_BR
dc.subjectIndeterminaçãopt_BR
dc.subjectPronomept_BR
dc.subjectSept_BR
dc.subjectPassiva sintéticapt_BR
dc.subjectTransitividadept_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRASpt_BR
dc.titleO uso do pronome se como índice de indeterminação do sujeito em sentenças transitivas diretas no Português do Brasilpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
Appears in Collections:Letras (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KamilaDeAraujoAbrantes.pdfMonografia2.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.