Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/8976
metadata.dc.type: Artigo
Title: Religiosidade e saúde mental de imigrantes usuários dos caps - df: percepção de psiquiatras e psicólogas
metadata.dc.creator: Araújo , Marylaine Ribeiro Dias de
metadata.dc.contributor.advisor1: Freitas, Marta Helena de
metadata.dc.description.resumo: Considerando a complexa rede de deslocamentos existente no mundo todo e, mais especificamente, no Brasil, o processo imigratório pode trazer diversas implicações culturais e religiosas, com importantes reflexões sobre a saúde mental. Pesquisas mostram que, mesmo com certos questionamentos, a religiosidade tem exercido influência positiva sobre a saúde física e mental das pessoas. Diante desta realidade e considerando a importância do trinômio migração, religiosidade e saúde mental no mundo contemporâneo, a pesquisa trata de um estudo comparativo sobre o modo como psicólogos e psiquiatras percebem e lidam com a religiosidade de usuários imigrantes no contexto dos atendimentos nos CAPS do Distrito Federal. Como tal, este trabalho, de caráter qualitativo e exploratório e pautado na perspectiva fenomenológica, integra-se a uma pesquisa mais ampla, intitulada “Religiosidade do Imigrante: Sintoma ou Saúde? Investigação com profissionais de saúde mental brasileiros e portugueses – RISS – BP FASE II”, coordenada pela também orientadora deste trabalho, Marta Helena de Freitas, e financiada pelo CNPq. Empregou-se como instrumento entrevistas semiestruturadas, conduzidas por psicólogos experientes, pautadas nos seguintes temas eixos: “Lugar dado à questão da religiosidade por parte dos usuários (ou seja, como a percebem); Relações que estabelece (ou não) entre religião, saúde mental; Como aborda a questão da religiosidade em sua prática atual (ou seja, como lidam)”. Para os propósitos específicos deste subprojeto, tomaram-se para análise oito entrevistas, sendo quatro com psicólogas e quatro com psiquiatras, todos com experiências de atuação em CAPS do Distrito Federal de, pelo menos, um ano. As análises, inspiradas na postura fenomenológica, buscando-se identificar, para cada um dos temas eixos, os aspectos convergentes e divergentes, nos moldes em que o caracteriza Gomes (1998). A sistematização dos dados se deu por meio de gravação, transcrições e revisão das entrevistas; para análise dos temas eixos selecionados, foram realizados recortes e síntese de cada entrevista. Com base nos resultados obtidos, constatou-se que a questão da religiosidade está presente nas manifestações dos discursos e expressões religiosas dos usuários imigrantes do CAPS – DF e que a dimensão religiosa possui aspectos positivos e negativos para a saúde mental. Já a forma como os profissionais lidam em relação às questões religiosas, observou-se que as psicólogas são mais abertas e acolhedoras do que os psiquiatras.
Keywords: religiosidade
saúde mental
imigrantes
psicólogas
psiquiatras
atenção psicossocial
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
metadata.dc.publisher.initials: UCB
metadata.dc.publisher.department: Escola de Humanidades, Negócios e Direito
metadata.dc.publisher.program: Serviço Social (Graduação)
Citation: ARAÚJO, Marylaine Ribeiro Dias de. Religiosidade e saúde mental de imigrantes usuários dos CAPS - DF: percepção de psiquiatras e psicólogas. 2016. 29 f. Artigo (Graduação em Serviço Social) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/8976
Issue Date: 21-May-2016
Appears in Collections:Serviço Social (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarylaineRibeiroDiasdeAraújoTCCgraduacao2016.pdfArtigo1.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.