Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/9513
Type: Monografia(Graduação)
Title: Adolescente em conflito com a lei: fatores de risco para a prática do ato infracional
Author(s): Jesus, Jaqueline Nascimento de
First Advisor: Freitas, Lêda Gonçalves
Summary: Este estudo objetiva investigar os fatores de risco que induzem os adolescentes a pratica do ato infracional. Buscou-se compreender o adolescente em conflito com a lei a partir das perspectivas dos riscos que envolvem os processos físicos, sociais e emocionais de seu desenvolvimento a fim de compreender o perfil dos adolescentes que cometem ato infracional e os fatores de riscos que mais prevalecem. O estudo tem como referencial teórico, o adolescente, o ato infracional e os fatores de risco, visto que são elementos primordiais para a compreensão, desses adolescentes, e do lugar que eles ocupam no contexto social. Participaram desta pesquisa quatro adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e individuais. Os resultados foram organizados em três categorias, as quais foram sistematizadas com base na análise de conteúdo proposta por Bardin (2004). A primeira categoria Adolescente e a convivência familiar revela que os adolescentes tem uma boa convivência com seus familiares, mas que neste meio de convivência, alguns tiveram perdas de seus membros e passaram a morar com parentes e irmãos. Eles descrevem muito sobre o forte vínculo afetivo com a mãe, trazendo a questão protetiva que a mesma mantinha em relação a eles. Já o relacionamento com o pai, emerge sobre a ausência afetiva, os mesmos, a questão que conheciam, mas não conviviam com a figura paterna. Na segunda categoria Adolescente e o uso de drogas, na relação entre o uso de drogas, os adolescentes trouxeram o envolvimento associada ao círculo de amizades, os mesmos disseram que na cidade onde moram tem muitos amigos que são do crime e que usam drogas, isto fez com que eles experimentassem. De certa forma a droga apareceu em função de uma questão de curiosidade. Os adolescentes atribuem o cometimento do ato infracional a este fator. Na terceira Adolescentes e a escola, os adolescentes relataram que pararam de estudar devido ao uso das drogas, pelo fato de querer usá-la no momento das aulas. Outra questão foi o medo de morrer por causa das guerras entre gangues, relataram que estão estudando dentro da unidade. Adolescentes com propensão ao uso de drogas tendem a selecionar colegas usuários com características semelhantes à sua personalidade. Assim sendo, nota-se que os fatores de risco que obtiveram maior relevância para o ato infracional foram o uso das drogas e relação entre os pares, pois os adolescentes atribuem o cometimento do ato infracional aos mesmos.
Abstract: This study aims to investigate the risk factors that lead teenagers to practice the offense. He sought to understand the adolescent in conflict with the law from the perspective of the risks involving the physical, social and emotional processes of development in order to understand the profile of adolescents who commit offenses and the risk factors more prevalent. The study is theoretical, the teenager, the offense and the risk factors, as they are key elements to understand, these adolescents, and the place they occupy in the social context. Participated in this research four teenagers in fulfillment of socio-educational measures. semi-structured individual interviews were conducted. The results were organized into three categories, which were systematized based on content analysis proposed by Bardin (2004). The first category Adolescent and family life reveals that teenagers have a good relationship with their families, but this way of living, some had losses of its members and moved in with relatives and siblings. They describe a lot about the strong emotional bond with her mother, bringing the protective matter that it held about them. But the relationship with his father, emerges on the emotional absence, the same, the question they knew, but not living with the father figure. In the second category Teen and drug use, the relationship between drug use, teens brought the involvement associated with the circle of friends, they said that in the city where they live has many friends who are crime and using drugs, this He caused them to experience. In a way the drug appeared due to a matter of curiosity. Teenagers attribute the commission of an offense to this factor. In the third Teenagers and school, adolescents reported that they stopped studying due to the use of drugs, the fact that want to use it at the time of the lessons. Another issue was the fear of dying because of gang wars, reported they are studying within the unit. Teens prone to drug use tend to select fellow users with features similar to your personality. Therefore, it is noted that the risk factors that had the most relevance to the offenses were drug use and relationship between peers, because teenagers attribute the commission of an offense to them.
Keywords: Drogas
Família
Escola
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Psicologia (Graduação)
Citation: JESUS, Jaqueline Nascimento de. Adolescente em conflito com a lei: fatores de risco para a prática do ato infracional. 2016. 41 f. Monografia (Graduação em Psicologia) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2016.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/9513
Document date: 13-Jun-2017
Appears in Collections:Psicologia (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JaquelineNascimentodeJesusTCCGraduação2016.pdfMonografia(Graduação)780.48 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.