Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/9691
Type: Artigo
Title: Avaliação de rótulos de alimentos designados diet ou zero em açúcar
Author(s): Odwyer, Bruna Caroline Calasans
First Advisor: Romeiro, Caroline
Summary: Objetivo: O presente estudo teve por objetivo analisar os rótulos de alimentos com restrição de açúcares, designados diet em açúcar, para verificar o que a indústria tem usado como substituição a esse ingrediente e discutir os efeitos dessa substituição. Materiais e Métodos: Foram escolhidos para análise 6 classes de alimentos distintos com 3 marcas para cada um: achocolatados, barra de cereais, biscoitos doces, iogurtes, refrigerantes e sucos industrializados. A coleta de amostras foi realizada durante o mês de setembro de 2016, em supermercados na cidade de Taguatinga-DF. Para verificar se os produtos estavam de acordo com a legislação vigente foram consultados os regulamentos técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) – RDC nº 360, 23/12/2003, RDC nº 259, 20/09/2002, Portaria n°27, 13/01/1998 e Portaria nº29, 13/01/1998. Resultados e Discussão: A maltodextrina é o principal substituto como edulcorante calórico a sacarose. Entre os edulcorantes não calóricos, a sucralose e o acessulfame de potássio, também estão presentes na maior parte das amostras. A maltodextrina é um oligossacarídeo de rápida absorção e alto índice glicêmico (IG), elevando os níveis de glicose sanguínea. Um estudo realizado na UFRGS com ratos evidenciou que os adoçantes artificiais não calóricos interferem na regulação do apetite, promovendo maior ingestão alimentar, maior ganho de peso e adiposidade. Também foi observado irregularidades de informações obrigatórias e específicas nos rótulos dos alimentos diet: 61,11% dos rótulos analisados não mostram a advertência "Consumir preferencialmente sob orientação de nutricionista ou médico". Além disto, 33,33 % dos produtos analisados apresentaram quantidade superior à aceitável de açúcar em sua composição e, portanto, não podem ser designados como “diet”. Conclusão: Verificou-se que não há cumprimento das normas da ANVISA para estes alimentos, proporcionando um marketing enganoso o que traz risco a saúde dos consumidores. Deste modo, se faz necessária fiscalização eficaz pelos órgãos responsáveis para que o consumidor tenha autonomia na escolha dos produtos.
Abstract: Objective: This study aimed to analyze food labels with restriction of sugars, designated diet sugar, to see what the industry has used to replace this ingredient and discuss the effects of substitution. Materials and Methods: We selected for analysis 6 classes of different foods with 3 marks for each: chocolate drinks, cereal bars, sweet biscuits, yogurts, soft drinks and processed juices. The sampling was carried out during the month of September 2016, in supermarkets in the city of Taguatinga-DF. To verify that the products were in accordance with current legislation were consulted technical regulations of the National Health Surveillance Agency (ANVISA) - RDC No. 360, 23/12/2003, RDC No. 259, 20/09/2002, Ordinance No. 27, 13/01/1998 and Ordinance 29, 13/01/1998. Results and Discussion: Maltodextrin is the main substitute as calorie sweetener sucrose. Among the non-caloric sweeteners, sucralose and acesulfame potassium, are also present in most samples. Maltodextrin is an oligosaccharide rapid absorption and high glycemic index (GI), raising blood glucose levels. A study at UFRGS with rats showed that the non-caloric artificial sweeteners interfere with the regulation of appetite, promoting greater food intake, greater weight gain and adiposity. It was also noted irregularities mandatory and specific information on the labels of diet foods: 61.11% of the analyzed labels do not show the warning "Consume preferably under guidance nutritionist or doctor." Moreover, 33.33% of the analyzed product showed superior to the acceptable amount of sugar in its composition and thus can not be designated as "diet". Conclusion: It was found that there is compliance with the rules of ANVISA for these foods, providing a misleading marketing which brings risk to consumer health. Thus, it is necessary effective supervision by the agencies responsible for the consumer to have autonomy in the choice of products.
Keywords: Nutrição
Edulcorantes
Sacarose na dieta
Alimento diet
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Nutrição (Graduação)
Citation: ODWYER, Bruna Caroline Calasans. Avaliação de rótulos de alimentos designados diet ou zero em açúcar. 2016. 13 f. Artigo (Graduação em Nutrição) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2016.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ucb.br:9443/jspui/handle/123456789/9691
Document date: 2016
Appears in Collections:Nutrição (Graduação)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BrunaCarolineCalasansOdwyerTCCGRADUACAO2016.pdfArtigo552.2 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.